Notícias

Aneel: aprovadas as novas regras para participação de empreendimento hidrelétrico não despachado centralizadamente no MRE

Aneel: aprovadas as novas regras para participação de empreendimento hidrelétrico não despachado centralizadamente no MRE

A Diretoria colegiada da Aneel aprovou, nesta terça-feira (26/3), aprimoramentos na Resolução Normativa nº 1.033/2022, que alteram os critérios e os procedimentos para a participação de empreendimento hidrelétrico não despachado centralizadamente no Mecanismo de Realocação de Energia – MRE. A decisão é decorrente das discussões realizadas nas Audiências Públicas nº 46/2016 e nº 24/2017. A nova regra visa dar mais eficiência ao MRE e mitigar riscos hidrológicos entre seus participantes, sem onerar indevidamente os agentes que efetivamente contribuem para a geração no país.

 

Com as mudanças normativas, a indisponibilidade desses empreendimentos passará a ser apurada por meio de comparação da geração de energia média com a garantia física, ajustada pela aplicação do Generation Scaling Factor¹ (GSF) em Reservatório Equivalente de Energia ou via a instalação de um sistema que meça a indisponibilidade considerada de origem não hidrológica a partir da apuração da vazão vertida das usinas, após procedimento que será elaborado pela CCEE e pela Aneel em até 12 meses.

 

Para a matéria completa, acesse aqui.